Marianne

"Gandhi disse que o que quer que você faça na sua vida será insignificante, mas é muito importante que você faça. Porque ninguém mais o fará!".

A vida não tem nada a te oferecer e nunca terá, ela é apenas algo que significamos para explicar a nossa existência, porque a própria existência é insignificante.

Todas as pessoas possuem um vazio dentro de si e ele é inexplicável, mesmo que tenha um nome, ele é perturbador! Mas sabe, todos estão tentando preencher esse vazio, vivendo cada um a sua maneira... “Vivendo”, o que isso representa? Produzir lembranças e memórias, tentar mantê-las, são elas que movimentam tudo o que somos.

Então penso em cada pessoa que passou perto de mim como um “figurante”, e me questiono o quanto de lembranças ela guardou até o momento e o quanto cada pessoa luta para que ainda essas memórias estejam vivas no presente como foi no passado?

Porém quando chega a morte de qualquer pessoa, ela leva consigo o silêncio e o segredo de uma vida que foi cheia de memórias. Tem algo muito belo nas palavras de um professor nosso, quando ele passou a nós um filme e explicou alguns significados na fala de cada personagem, e é assim: essas memórias irão sumir como lágrimas na chuva... É, as lágrimas que choramos na chuva não tem significado algum...

Nada do que eu escrevo é novidade, as coisas que você lutou para conquistar, seja em qualquer campo, perderão todo o significado se não tiver mais um olhar além do seu para vê-las, porém há algo pior, por outro lado haverá um momento que você está quase conquistando algo para presentear um ente querido, mas como um trovão a rugir no céu, você descobre que os olhos dessa pessoa estão fechando para esse mundo, você desesperadamente tenta fazer em um segundo coisas que você levava um ano para fazer, porém não é o suficiente, o tempo está acabando antes mesmo de você concluir esse segundo...
Pensadores | edit post
Notas 
0 Responses

Postar um comentário