Marianne
Eu perdi tanto tempo me perdendo em coisas levianas, perdendo o tempo me preocupando com a imagem que eu estava a todo tempo enfeitando para os outros, perdendo o tempo com pessoas que eu realmente não precisava, por simplesmente entender agora que não precisamos de ninguém que não queira estar do nosso lado. Perdi tempo procurando coisas que nunca perdi, pelo simples fato dessas coisas nunca me pertencerem.

E no silêncio da certeza do único destino que espera por cada um, notei que tudo o que não fiz é o tudo que me faz chorar. Como sentar do lado de uma idosa que chorava e dar um minuto da minha atenção para suas lágrimas, como abraçar os meus pais numa manhã e falar o quanto os amo, como tocar os ombros de um amigo que precisava de um colo, como olhar nos olhos de quem eu entreguei minha alma e falar que tudo estava bem, que eu o amava de verdade e que a felicidade dele era mais importante que uma obsessão de querer ele só pra mim.

Sempre calculei as doses de carinhos a ser dada ao outro.
Sempre evitei qualquer afeto físico, como um simples abraço, por ser maliciosa demais.
É... Malícia demais nos deixa como gato arisco, evitando a todo tempo o mínimo toque, como um simples aperto de mão ou um beijo no rosto...

Poucas palavras...

Fiquei jogando o tempo todo com a vida das pessoas pra satisfazer pequenos caprichos meus e concluir grandes observações e esqueci de viver a minha própria vida... Devo estar usando o pouco do saber de forma errada...

Pequeno caos não pede por ordem.
Marianne

Você tem medo e por isso foge. Foge agora para não ter que fugir de todos os pensamentos que invadirão sua cabeça depois. Foge para não ter que explicar para ninguém o porque do seu afastamento. Foge de mim porque acha que daqui a pouco estará fugindo de você e teme não saber achar o caminho de volta.
Você tem medo e por isso termina. Termina com medo de começar. Termina com medo de se envolver. Tem medo de tropeçar com a linha da vida. Tem medo que a linha da sua vida dê nó em outra e você não consiga mais desatar.
Você tem medo de pensar em mim mais do que em você. Tem medo de ligar, todo o dia, para perguntar obviedades. Tem medo de não conseguir estudar. Tem medo de não conseguir trabalhar. Tem medo de esquecer sua família. Tem medo de só pensar em mim.
Tem medo de perder a independência. Tem medo de perder a solidão. Tem medo de perder quase tudo.
Luta contra o amor, com medo de se prender. Mais do que isso. Tem medo de não se soltar nunca mais.
Marianne

Você se esconde atrás dessa pele, desses músculos, desses ossos...
Mas ao mesmo tempo onde está você quando se retira isso tudo?
Por isso ninguém mais te vê quando o seu eu se desnuda

Então chegou o momento que você assiste o abandono da sua quimera
Fera insana dissoluta no deserto das suas melancolias
As veias que pulsam o caminho do sangue em torno do seu coração
Transformam-se em grotescos arames farpados diminuindo-te por dentro
Será sempre dessa forma – aceite a sua condição
É você por todos e ninguém por você!
Todos estão desesperados por uma máscara
Você deixou a sua trincar e não se deu conta
É preciso de máscaras, muitas máscaras...

Mas eu prefiro ouvir meu réquim junto das minhas lembranças
E mais um ano estarei – (in) felizmente – aqui, desejando meus votos
Pois não restou ninguém para preencher o vazio que você causou

Não há mal em ouvir nossa valsa tão distante
As lágrimas no paraíso sempre serão derramadas...

I want to destroy something good tonight… like you.
Marianne
Essas frases são de um seriado que eu gosto (Gossip Girl), e achei nesse site aqui: DONA DA MANGA



“Às vezes, a única coisa que nos resta é abraçar o outro, e então… Dizer adeus”.

“Alguns dizem que o amor é um rio; alguns dizem que o amor é uma música boba; alguns dizem que o amor está ao nosso redor, nos eleva para onde pertencemos; alguns dizem que o amor é ouvir risadas durante a chuva, mas todos nós sabemos que o amor é um sofrimento.”

“Às vezes, as estrelas alinham-se para dois velhos amores ficarem juntos. Mas, às vezes elas alinham-se para duas velhas chamas queimarem. Está imaginando o que a noite está nos reservando, amor ou fogos de artifício?”

“Eu sei que ódio é uma palavra forte, mas tudo bem : somos adolescentes. Temos de odiar as pessoas ás vezes, especialmente aquelas que nem são nossos parentes e que não pedimos para conhecer”

“Existem três coisas que fazemos sozinhos. Nascemos, morremos, e se estivermos no ultimo ano de colégio fazemos vestibular. E enquanto que o teste mede os nossos atributos, se preparar para ele, inevitavelmente traz à tona o pior. Humildade se torna insegurança; esforço se torna obsessão. Alguns optam por se automedicar. Enquanto outros se agarram à segurança de fazer parte de um grupo. E quem normalmente se submete às regras, irá quebrá-las.”

“Uma rainha adormecida acordou com seu verdadeiro beijo. Uma princesa que coloca sua coroa de lado para progredir. Amantes separados se unindo novamente. Mas a vida nao é um conto de fadas e finais felizes são poucos e raros. Na vida uma jovem rainha vira uma tirana. E leva seus suditos para a gerra.”

“Se você é o que veste, é melhor vestir a parte que quer. Algumas damas sortudas não fazem nada errado. Elas são perfeitas e tem os acessórios certos. Mas a maioria das garotas se cansam do visual velho, e elas farão quase tudo para ter uma peça nova em folha. E há aqueles com nenhuma visão de si mesmos. Ladrões da moda que irão roubar a camisa de você. Mas o que quer que você vista, esteja sempre para matar”.

“Em matéria de amor e guerra, todas as armas machucam. A pergunta é, quem viverá para lutar mais um dia?”

“Destino é para manés... É só uma desculpa idiota para deixar as coisas acontecerem em vez de fazer com que elas aconteçam.”

“Não deixem que digam que vocês devem ser felizes com o que têm. Sempre há mais, e não existe motivos para que vocês não tenham tudo!”

“Charme é ótimo, mas no mundo real, conhecimento é poder.”

“Não importa qual seja a verdade, as pessoas vêem o que querem ver.”

“Há músicas que nos fazem querer dançar, músicas que nos fazem querer cantar junto, mas as melhores músicas são aquelas que nos levam de volta à primeira vez em que ouvimos, e mais uma vez partem nosso coração.”

“Aí é que está. Precisa ser fria para ser rainha. Anna Bolena só pensava com seu coração e foi decaptada, então sua filha, Elizabeth, prometeu nunca se casar. Casou com seu país. Esqueça os garotos. Mantenha seu olho no prêmio, Jenny Humphrey. Não pode fazer as pessoas te amarem, mas pode fazê-las temê-la. Se faz diferença… é minha rainha. Escolho você.” [Um dos diálogos mais sinceros]

“Às vezes, é a verdade que você tenta não enfrentar, ou a verdade que vai mudar sua vida.
Às vezes, é a verdade que está chegando há muito tempo.. ou a verdade que nunca deveria ver a luz do dia.
Algumas verdades podem não ser ouvidas como gostaríamos.
Mas elas permanecem, bem depois de serem ditas.
Mas o tipo de verdade que eu mais tenho medo, é aquela que você não percebe, que cai bem no seu colo.”

“O problema dos novos começos é que eles precisam de algo para terminar. Alguns finais levam um tempo para se revelarem. Mas quando isso acontece, eles são mais fáceis de ignorar. Alguns começos iniciam tão silenciosamente, que você nem nota quando acontecem. Mas muitos finais vêm quando você menos espera. E o que eles pressagiam é mais negro do que você imagina. Nem todos os começos são para se celebrar. Muitas coisas ruins começam: brigas, época de gripe. E a pior de todas… Quero começar algo.”

“Eu não preciso de ninguém que não queira estar comigo.”

“As estrelas que brilham mais fortes, são as que queimam mais rápido.”

“Aprendi que se não podemos arrancar uma página da vida, podemos jogar o livro inteiro no fogo.”

“E as vezes é preciso se aventurar fora do seu mundo para se encontrar.”
Marianne
Ouvi uma música na novela das seis, ao chegar da faculdade e achei a letra uma graça!

Música: O Tempo
Banda: Móveis Coloniais de Acaju

A gente se deu tão bem
Que o tempo sentiu inveja
Ele ficou zangado e decidiu
Que era melhor ser mais veloz e passar rápido pra mim
Parece que até jantei
Com toda a família e sei
Que seu avô gosta de discutir
Que sua avó gosta de ouvir você dizer que vai fazer

O tempo engatinhar
Do jeito que eu sempre quis
Se não for devagar
Que ao menos seja eterno assim

Espero o dia que vem
Pra ver se te vejo
E faço o tempo esperar como esperei
A eternidade se passar nos dois segundos sem você
Agora eu já nem sei
Se hoje foi anteontem
Me perdi lembrando o teu olhar
O meu futuro é esperar pelo presente de fazer

O tempo engatinhar
Do jeito que eu sempre quis
Distante é devagar
Perto passa bem depressa assim

Pra mim, pra mim
Laiá, lalaiá

Se o tempo se abrir talvez
Entenda a razão de ser
De não querer sentar pra discutir
De fazer birra toda vez que peço tempo pra me ouvir
A gente se deu tão bem
Que o tempo sentiu inveja
Ele ficou zangado e decidiu
Que era melhor ser mais veloz e passar rápido pra mim

Eu que nunca discuti o amor
Não vejo como me render
Ah, será que o tempo tem tempo pra amar?
Ou só me quer tão só?
E então se tudo passa em branco eu vou pesar
A cor da minha angústia e no olhar
Saber que o tempo vai ter que esperar

E o tempo engatinhar
Do jeito que eu sempre quis
Se não for devagar
Que ao menos seja eterno assim
Marianne

Já se passou muito tempo, mas ainda lembro do seu primeiro sorriso, eu marquei na linha do tempo o dia que a minha existência se colidiu com a sua. Embora em corpos tão diferentes, seus olhos se abriram para mim e notei o quão jovem era a sua alma.

Estou pior do que Basil Hallward esteve por Dorian Gray, mas como um inútil, você deixou-se corromper pelas tentações que Lord Henry, que dizia ser meu bom amigo, me traindo.

Não tirei um pó sequer das mobílias desde a sua partida, pois não quero alterar uma faísca que encostou em você. Se a eternidade continuar sendo para mim um cansativo resgate de nós dois, peço de joelho que os deuses inventem algo capaz de destruir uma alma, uma existência por completa.

Vejo-te morrendo, vejo-te nascendo, esse círculo vicioso angustia minha existência... És como um reflexo no rio que jamais consigo segurar em minhas mãos.

Você é a obra de arte mais perfeita que o universo criou, colocando a noite em seus olhos com o brilho de todas as estrelas e em um mesmo céu estampou um sorriso ensolarado, capaz de manter um dia chuvoso sem nuvens negras... Foi capaz de fazer todo o meu ser derreter em seus pés a ponto de deixar que levasse minha alma para onde quisesse, por isso a destrua, não continue levando ela como um amuleto da sorte, como uma segurança... Se apaixone por um oposto de nossas almas, mate o que há de nós, em mim e em você, viva intensamente, eu continuarei de qualquer forma, como uma espectadora...

Pois é preciso de sangue para que nossas veias não se sequem.
Pois é preciso de sangue para que nossos corpos se aqueçam.
Pois é preciso de sangue para que a vida tenha sabor.
Pois é preciso de sangue para saber que só é possível amarrar dois corpos quando as almas já estão entrelaçadas uma na outra...

Meu sangue era mais doce com você do lado...

Viva e deixe seu sangue ferver por amor e ódio, de mim, da minha eterna gentileza, da minha ajuda sem preço, da sua dívida existencial, dos impossíveis que tornei possíveis para você, que nunca serás capaz de pagar, mas viva, pois seja em qual canto do mundo você estiver, respirando e deixando a vida correr nessas veias... Embora a eternidade seja de prazer e dor, pertencendo sempre a mesma moeda, ela será suportável enquanto você estiver debaixo do mesmo céu que eu. Viva...

"A vida é curta e a espera é longa..."