Marianne

Você se esconde atrás dessa pele, desses músculos, desses ossos...
Mas ao mesmo tempo onde está você quando se retira isso tudo?
Por isso ninguém mais te vê quando o seu eu se desnuda

Então chegou o momento que você assiste o abandono da sua quimera
Fera insana dissoluta no deserto das suas melancolias
As veias que pulsam o caminho do sangue em torno do seu coração
Transformam-se em grotescos arames farpados diminuindo-te por dentro
Será sempre dessa forma – aceite a sua condição
É você por todos e ninguém por você!
Todos estão desesperados por uma máscara
Você deixou a sua trincar e não se deu conta
É preciso de máscaras, muitas máscaras...

Mas eu prefiro ouvir meu réquim junto das minhas lembranças
E mais um ano estarei – (in) felizmente – aqui, desejando meus votos
Pois não restou ninguém para preencher o vazio que você causou

Não há mal em ouvir nossa valsa tão distante
As lágrimas no paraíso sempre serão derramadas...

I want to destroy something good tonight… like you.
Pensadores | edit post
Notas 
0 Responses

Postar um comentário