Marianne


Se você está dentro de um colarinho branco
Com uma gravata listrada de azul e marrom
Coberto por um terno todo bem passado
Você deve mover lentamente sua mão quando fala
Erguer seu queixo e respirar a superioridade
Pois você estudou na melhor faculdade
Tem o melhor emprego e o melhor salário
Tudo em você é o melhor que poderia existir em uma pessoa...
Em uma pessoa que é escrava de um outro escravo
Que vive correndo atrás de uma nota de um dollar
Como um cão atrás de um osso já roído
Não, nunca foi você,
Nunca imaginei você comigo dirigindo por Las Vegas
Tomando whisky na neve de New York
E cantando bêbados com os alemães em Berlim
Não, nunca foi você e nunca será
Aquele que eu olharei dormindo
Aquele que chamarei de meu
E de minha felicidade...
Quando lembro de você só me vem a imagem
De uma estátua esculpida pelos pais conservadores
Uma estátua fria e monótona
Eu sei que você nunca derramou uma lágrima
E se me falar que derramou
No mínimo saberei que só choveu em cima de você
E que você se confundiu...
Você me influenciou
E eu me sinto tão lazarenta tanto quanto você
Você não é uma boa memória
É um câncer na minha existência...
Você é tão gay quando tenta ser homem
Inacreditável!
Vá para fora de mim,
Já não sei como te defino
Pois você se tornou uma esfinge para meus pensamentos...
Pensadores | edit post
Notas 
0 Responses

Postar um comentário