Marianne



Há pessoas que são tão doentes por serem sozinhas, por não terem com quem compartilhar sua vida, que qualquer lixo que apareça na frente, que dê alguma oportunidade – já fica comendo na mão.

Pessoas que não são capazes de viverem consigo mesmas, sempre estarão com más companhias.
Abandonam os amigos e se tornam escravos, se mandarem comer merda, come!

Lembro certa vez de madrugada quando você jogou o carro na frente de um caminhão, eu não senti medo, porque confiava em você, e naquele dia eu não errei, mas depois eu pensei e vi o tamanho do risco que eu corri ao seu lado.

Sabe, é difícil me aturar, mas você já parou pra pensar no que eu já te aturei? Nos riscos que eu corri ao seu lado e ainda sim permaneci saindo contigo? Consegue ver a gravidade das coisas?

Se você está amando, tudo bem, é seu direito, mas isso não justifica o fato de você me ignorar como se nunca tivéssemos nos conhecido... Eu pedi desculpas, mas você não as aceitou, isso significa o quão manipulado você está sendo e eu lamento muito por isso, porque nunca imaginei que aquela pessoa que eu chamava de amigo fosse se tornar um cachorrinho de estimação de uma qualquer que surgiu do nada, se fazendo de coitada, que para mim não passa de uma interesseira barata que quer aproveitar de você até enjoar, até ver que não precisa mais de você.

Talvez tivesse que ser assim mesmo... Eu reconheço os meus erros, não fico lamentando e jogando na cara tudo o que você fez de ruim para mim, porque eu considero as coisas boas, já você pouco se importa com o que eu já suportei de você.

Espero que quando você enxergar a gravidade das coisas, não seja tarde demais, pois não vou esperar a vida toda pelas suas desculpas.
Pensadores | edit post
Notas 
0 Responses

Postar um comentário