Marianne

São tantas coisas passando em minha mente...

Hoje compreendi que fazemos escolhas facilmente e inconsciente pensando nas outras pessoas, não escolhemos por nós, escolhemos por outros... As pessoas não têm raízes, elas se vão e você fica, fica sozinha com a gravidade da escolha feita, então começa a infelicidade.

Nunca imaginei meu futuro atrás de uma mesa de uma grande empresa, rodeada por um mundo financeiro, mas eu me imaginei fazendo isso por um orgulho besta, para chamar atenção de um indivíduo insignificante.

As pessoas mudam, nós mudamos, sentimentos mudam, e a natureza é sempre bondosa, essa força misteriosa que nos envolve parece nunca cansar em trabalhar á nosso favor.

Eu não sinto prazer e motivação em querer saber o que aconteceu á 20 anos atrás em uma rodada da WTO, não quero saber como surgiu o capitalismo, embora no passado isso me atraia muito, hoje volto aos meus sonhos de criança, o desejo profundo de terminar minha vida, como comecei, no meio dos livros pulsa em cada veia do meu corpo, assim escreveu Sartre e eu adotei seu pensar.

Vim ao mundo para escrever, para buscar uma verdade que seja verdadeira para mim, a idéia pela qual eu possa viver e morrer, assim como Kierkegaard buscou.

É hora de mudar de cenário, de ambiente, é hora de virar as páginas, escrever um livro novo. Vou decepcionar muitos pela minha mudança, mas já cansei de decepcionar á mim mesma pra manter a alegria de outrem.

Vou começar um novo caminho, um caminho que a verdadeira Psique irá começar, realmente não esse pseudônimo, mas a pessoa atrás dele, a Mari criativa e dedicada, aquela que admira e é admirada, está na hora de assumir o meu verdadeiro eu e existir pela primeira vez depois de 20 anos.

Existe alguém que olhou para mim e falou “vejo um futuro grandioso em você” – e todo o meu mundo renasceu - alguém enxergou a minha alma pela primeira vez.
Pensadores | edit post
Notas 
0 Responses

Postar um comentário