Marianne

O violinista já começou a fazer seu violino chorar
E as cordas estão vibrando entre meu peito e o seu
Elas estão estourando e desafinando a melodia
A platéia está se retirando...

Pois não estamos sorrindo
Não estamos de mãos dadas
Não estamos mais debaixo do mesmo céu
Não estamos como duas pessoas justas diante um do outro
Pois esse tabuleiro de xadrez foi virado e o jogo mudou
Jogue todas as peças no chão com sua ira
O rei e o peão irão acabar na mesma caixa no final

É indiferente se você ri ou se você chora
Pois tudo aquilo que eu não vejo não existe
Você não existe, é nada mais que um vulto que assombra
Projeções nostálgicas de uma mente que perturba esse silêncio
Enquanto você cai, você sangra, você ganha, você perde
Essa corda estraçalha o rosto do incompetente violinista

Afaste-se, afaste-se, afaste-se cada dia mais de mim...
Pensadores | edit post
Notas 
0 Responses

Postar um comentário