Marianne


Em uma etapa da vida, quando retornamos á nossas memórias, não conseguimos obter os dados vividos tais como foram vividos naqueles conjuntos de instantes, muito alteramos, exageramos tanto na lembrança ruim como nas boas; é parte do homem exagerar, exagerar em si mesmo e no campo externo. Devido a isso não encontramos um passado tal como foi, são apenas árvores fazendo sombra na janela, criando formas imaginativas, que somem da concepção de uma simples árvore. A todo tempo tinha certeza de que via você no presente tal como era, tal como devia ser, mas se estou aqui, se estive lá, única coisa que conheci e tive acesso foi apenas a sua silhueta, e se ainda te visse novamente, ainda seria apenas a sua silhueta que se apresentaria a mim, a silhueta desaparecendo em um terminal cheio de plataformas, ônibus, cheio de rostos estranhos incapazes de cobrir o pouco que eu via de você: a sua silhueta.
Pensadores | edit post
Notas 
0 Responses

Postar um comentário