Marianne

Declaração de amor
(na qual, porém, o poeta caiu num fosso)

Que maravilha! Ele ainda está voando?
Ele sobe e as suas asas repousam?
Que é que o levanta e carrega?
Qual é, para ele, a meta, o curso e o freio?

Como as estrelas e a eternidade
Vive ele agora em alturas de que a vida foge,
Tendo compaixão até mesmo da inveja —:
E voou alto quem apenas o viu planar!

Ó pássaro albatroz!
Para o alto me empurra um eterno impulso.
Pensei em ti: então me correram
Lágrimas e lágrimas — sim, eu te amo!


NIETZSCHE, Friedrich Wilhelm. - São Paulo: Companhia das Letras, 2001. Pág. 301
Pensadores | edit post
Notas 
2 Responses
  1. sakura Says:

    qual é o nome do anime?


  2. Belíssimo poema. Não sabia que Nietzsche escrevia poemas tão bons...


Postar um comentário