Marianne

O desespero surge quando estamos vivenciando uma determinada etapa da vida, da qual não nos agrada, quando estamos em uma situação oposta da qual queremos estar.

Se estou triste, eu não aceito tal tristeza, busco insaciavelmente uma maneira de anular ou diminuir tal sentimento, porém na maioria das vezes, essa tentativa em busca de resultados foge-me por entre os dedos, com esse efeito provoco em mim mesma mais sentimentos de tristeza e melancolia, o que me arrasta ao desespero.

Por não conseguir aceitar o momento atual, eu acabo por alimentar mais ainda o sentimento. Única maneira que encontro é aceitar tal sentimento, até que ele cesse em si mesmo, até que sua fase passe e as coisas voltem á estabilidade.

Como definimos o que é um bom sentimento e o que é um mau sentimento? Se estamos melancólicos quem pode acusar que tal comportamento seja ruim? A melancolia nos isola dos demais, andamos na rua, entre as multidões, mas nossa mente fica em um universo paralelo do qual o nosso corpo está; isso nos arrasta ao individualismo, por tal motivo de exclusão por decisão própria, o sentimento é julgado ruim por não ser algo que traga gratificações á ninguém, e o silêncio da melancolia é incômodo para os que estão do lado de fora de mim.

Até mesmo o amor, quando nos encontramos em um estado de paixão, mas racionalmente, pelas circunstâncias, pelas conseqüências e causas, sabemos que tal sentimento não irá nos fazer bem, por não termos tempo de nos dedicar ao amante ou nem ele á nós, tentamos ignorar o sentimento, fugindo de nós mesmo, mas quando mais tentamos evitar, mais aquele sentimento cresce, provocando o desespero interno, e em uma série de outros sentimentos nos arrasta á situações desagradáveis que nos marcam por longos tempos. Mas se aceitamos o que sentimento e deixamos o sentimento ali manifestando da maneira que está, ele se mantém, basta não tomar ação alguma para satisfazê-lo, apenas dar o espaço para ele existir, porque cedo ou tarde irá morrer.

Resumindo, se temos um sentimento, quando resistimos á ele e tentamos anulá-lo, ele cresce em vez de diminuir e inconscientemente nos arrasta á cometer ações ilícitas, mas se o deixamos manifestar dentro de nós, não estamos alimentando-o e nem tentando matá-lo de fome, simplesmente ele se cessa com o tempo, desde que não tomemos nenhuma ação para satisfazê-lo. Todo sentimento pode ser excluído, desde que não damos atenção e nem ação para ele reagir dentro de nós.
Pensadores | edit post
Notas 
0 Responses

Postar um comentário