Marianne

Os maiores furacões começam com leves brisas
Assim como as piores tempestades com um céu nublado
Às vezes é possível ganhar um arco-íris na tela que você olha
Mas quase sempre se vê tudo devastado
Você olhará ao redor e verá que as cadeiras estão vazias
Então irá se questionar: Será que enfim eles encontraram o caminho?
E essa será a pergunta sem resposta...
Mas o desejo que a resposta seja “sim” será tão intenso que se tornará real

Eles sabem como foder com sua mente
Por isso não irei me culpar por estar dentro de uma bolha
Só quero um pouco de silêncio
Quero ficar só com os meus problemas e não com os dos outros
De tanto resolver problemas alheio acabei por acumular os meus
Não é egoísmo nem sarcasmo, apenas é, nada além disso...

Quero ser,
Simplesmente ser um ser de sentir

Mas se tudo o que falei valeu metade já estarei em paz
Afinal não é só com uma onda que se molha uma margem tão intensa

Ainda estarei vendo vocês nas nuvens sorrindo
Brincando e bebendo como se quisessem fugir
Sim, as nuvens me lembram vocês
E o céu é minha pele, o que haverá depois do céu?
Todos estão aqui dentro na memória
Não irão sumir mesmo que morram

Deixe-me no silêncio
Pois ele é sagrado,
Não deixe que as navalhas que uma voz produz
Estrague o pouco do eu que você construiu....
Pensadores | edit post
Notas 
0 Responses

Postar um comentário