Marianne

Tudo está bem quando vejo as gotas de orvalho
Embora eu já não tenha um sorriso para sorrir
Meus pés descalços caminham pelo cascalho
Tenho medo do que posso sentir

Os ruídos lá fora são insuportáveis
Pessoas rindo e chorando
Todos se mostram tão detestáveis
Eu deveria estar amando em vez de estar odiando

Mas sinto que sempre fui ao contrario
Nadando contra as ondas e se afogando
Enquanto cada minuto me rouba um pedaço
Eu irei seguir sozinha caminhando

As vezes me afogo com minha verdade
E me torno sempre tão incontrolável
Talvez seja uma fase, talvez a idade
Onde tudo deixa de ser tão maleável

E nesse silêncio tão intenso
Quero fingir que não posso te ouvir
E enquanto padeço
Quero ouvir você sumir...
Pensadores | edit post
Notas 
0 Responses

Postar um comentário