Marianne

Hoje quando eu olhei para o espelho
Procurando a minha imagem
Confesso que não encontrei a mim
E sim uma legião de personalidades
E em uma, apenas uma delas,
Eu vi você, vi que você estava em mim!
Assim como eu estou em você
Então não é sobre o quão distante você está
Ou o quanto você ignore a nossa história
Você passou por mim e deixou você aqui
É tudo sobre isso
Tudo sobre o quanto você consegue deixar de você
Tão longe ou tão perto
Não há tempo ou espaço para o amor
De dia ou de noite
O amor não funciona em turnos
Tão intenso ou tão curto
Crie pontes em vez de muros
Esse “seu” que vive em mim
É o suficiente para notar
Que o amor deve bastar
No riso ou no choro
É sempre ele que irá manifestar
Tão intenso ou tão curto
Crie no tempo pontes ao invés de muros
Tão, tão, tão... O amor é um simples “tão”.
Pensadores | edit post
Notas 
0 Responses

Postar um comentário