Marianne


Tantos rostos, tantas histórias, tantas vidas para estudar, para recordar, para viver e para entender... É meu caminho, minha loucura, minha paixão, minha atmosfera. Ás vezes não sei se caminho por essa esfera, ou se somente essa esfera me roda em si mesma. Solidão, parece que é sinônimo de estar sozinha, mas ao mesmo tempo é sentir-se sozinha em muitas companhias.

Tantos pensamentos que giram aqui dentro... Não pude deixar de pensar no fato de hoje, participando de uma entrevista, na parede havia uma grande figura de xadrez... Entrevista em grupo e entendi que aquela sala era um tabuleiro e nós as peças que jogava uma com as outras para vencer... Peças amigas e peças desconhecidas.

Meus sonhos são tão simples, mas ás vezes parece me custar tão caro... Como jogar? Como atuar? Como ser algo para agradar um “entrevistador”, como ser... Ou melhor, como não ser, como se anular e se inventar instantaneamente?

Enfim, após um longo dia de incompreensão, retorno ao meu escuro quarto de livros empoeirados, olhando para a parede lilás e pensando, pensando, pensando... Até onde irei conseguir chegar? Chegarei? Conseguirei? Eu não sei... Só sei que preciso manifestar minha existência, mesmo que ela seja uma mentira...
Pensadores | edit post
Notas 
0 Responses

Postar um comentário