Marianne


Sei que você é uma das poucas que acompanha o que escrevo, sei que as palavras escritas sempre mostram tudo o que você quer ouvir naquele instante e sei também que muitas vezes você encontra o que mais nega a ouvir. Sei que você procura consolo em poemas, em textos, em versos, sei que por pouco instantes essas coisas amenizam sua dor e distrai o seu vazio.

Não sou uma boa amiga, antigamente me esforçava para ser, mas notei que não adiantou muito, sou incapaz. Se eu pudesse passar por você todo o sofrimento que você está passando, eu passaria, sei que você não duvida disso.

Já sofri, não de amor, mas da ausência dele, como você está sofrendo agora, mas sou impotente para te ajudar, pois esse sofrimento só acaba quando decidimos por nós mesmas que ele deve acabar. As experiências passadas me deixaram com uma estrutura firme e com uma recuperação rápida, acredito que um dia você conseguirá dominar todas as suas tristezas e obterá o auto-controle sentimental.

Não vou negar, ás vezes eu sinto raiva de você, raiva por você se humilhar para quem não merece, raiva por ver você se machucar a cada dia, raiva por não ver mais o brilho daquela criança que conheci quando tinha 15 anos, raiva por não conseguir abrir seus olhos para ver o tempo que você desperdiça em torno de uma pessoa que não se importa com você e raiva por você não ter orgulho de si mesma... Queria que, por amor ou pela dor, você aprendesse a dar valor para você.

Você pode pensar que eu não quero dividir minhas dores com você... na verdade eu quero ser um exemplo de pessoa forte pra você, eu choro dois, três dias quando me decepciono, mas depois tudo volta ao normal, por isso não acho necessário fazer todos sofrerem uma dor minha que dura por instantes. Eu preciso ser tudo aquilo que aconselho, para poder ajudar com justiça...

Lembra quando tiramos uma foto em círculo com mais amigos? Muitos amigos abandonaram esse circulo, mas eu ainda estou nele, como naquela foto que não se altera.

Já usei todas as palavras do meu vocabulário para te ajudar, mas só depois que tudo isso passar você vai ser capaz de entender o que quero que você entenda, acho que você já está bem adulta para andar com suas pernas, ás vezes noto que tento adotar você como uma filha minha, sempre protegendo e puxando a orelha, mas se eu fosse sua mãe, seria mais sábia do que tentei ser ultimamente, agora acho que você precisa aprender sozinha, perceber as coisas ao seu redor por si mesma, já te mostrei, assim como outros amigos que se preocupam com você, o caminho a seguir, agora depende tudo de você.

Estou um pouco cansada, pois meus conselhos parecem que não atingiram e nem trincou o muro que você criou em torno de você para atrapalhar a sua visão sobre a verdade de todas as coisas.

O mundo não é um conto de fadas, minha irmã de alma... e as pessoas não são boas como você tenta imaginar que elas são. Afaste de você quem vive apagando o pouco de chama que te mantem iluminada, não dê amor para quem te dá vingança.



Eu ainda empresto meu guarda chuva quando você quiser chorar...
Mas agora eu me faço de chuva, para você aprender.


-Mari-
Pensadores | edit post
Notas 
0 Responses

Postar um comentário