Marianne
Não há nada para lamentar no final de mais um baile
Ninguém viu minha face por trás da máscara
Meu jogo foi concluído
Mostrei o que eu queria que fosse visto
Um sorriso e um gesto - as máscaras caíram
Não sinto nenhuma lamentação sobre isso
Estou sozinha dentro dessa pele
E meu exterior não carece do que meu interior não pode possuir
Sou a silhueta que passou para espionar sua vida e falar adeus...
Com um pretexto de conhecer mais sobre a mentalidade humana
Sou egoísta, pois me sinto auto-suficiente na minha solidão
E com todas essas pedras construí um grande muro para não infectar o meu eu de vós
Critiquem tudo o que sou e o que faço
Isso corre por mim como uma mistura de mel e fel que me alimenta
Quero sentir o seu sofrimento, quero sentir o meu sofrimento
Sentindo posso entender aquilo em prática que eu só conheço por teoria

Eu não sinto falta de absolutamente nada e de ninguém... Sinto um pouco de felicidade sobre isso...

"Aqueles que realmente me aceitaram tal como fui, permaneceram comigo nas maiores das minhas tempestades... Os que se foram, era porque nunca estiveram realmente aqui comigo."

Pensadores | edit post
Notas 
0 Responses

Postar um comentário